Escola Dominical

Desde a sua fundação em 1928 até 1961, não se tem conhecimento sobre a atuação da Escola Bíblica Dominical em nossa cidade.  Com a vinda do pastor  Elyseu de Souza Queiroz  para Jundiaí,  a preocupação com o ensino foi uma das suas prioridades, e assim dedicou sua gestão nessa área, iniciando as aulas na Escola Bíblica Dominical ( EBD )  Sua esposa  Eunice Cavalcante de Souza Queiroz, pessoa atuante na obra de Deus, foi professora dos jovens.

Grandes mudanças ocorreram na estrutura da Escola Bíblica Dominical, quando o pastor Esequias Soares da Silva assumiu a liderança da igreja em 23 de março de 1996. Dedicado estudante da Bíblia Sagrada, o novo pastor, seguindo o exemplo deixado pelo patriarca, também investiu fortemente na área do ensino teológico. Dinamizando e aperfeiçoando o trabalho deixado pelo pastor Elyseu de Souza Queiroz. No livro Assembleia de Deus de Jundiaí: uma história de perseverança e frutos, página 80.
   

O pastor Esequias Soares da Silva tem igualmente incentivado o crescimento e fortalecimento da Escola Bíblica Dominical. Para isso, vem realizando periodicamente seminários de qualificação para os professores e coordenadores do trabalho. Ao assumir a direção da igreja, a Escola Dominical era de uma classe única. Buscando melhorar a qualidade do ensino, com uma atenção maior aos desafios das distintas faixas etárias, assim, criou-se as várias salas de aulas que existem até hoje, facilitando e aprimorando o ensino bíblico.  

Atualmente, a Escola Bíblica Dominical em Jundiaí apresenta uma estrutura voltada para atender todas as faixas etárias, disponibilizando para cada classe professores preparados, e que se esforçam para contribuir com o crescimento espiritual dos alunos matriculados. Dentre as classes, há uma voltada para atender aos portadores de deficiência auditiva, e quem tem sido uma grande benção para a vida desses irmãos.