Evangelismo

A evangelização ( pregação do evangelho cristão ) faz parte da história da Assembleia de Deus - Jundiaí, um trabalho muito bem construído pelos primeiros irmãos daquela época. Desse trabalho evangelístico ( a mensagem da salvação em Jesus Cristo) converteram-se um grande número de pessoas pela pregação do evangelho do missionário Daniel Berg.  A prática do evangelismo é o que garante o crescimento da igreja, portanto, seguindo o exemplo desses pioneiros, continuamos anunciando as boas-novas de salvação.

As ações do evangelismo têm sido constantes e diversificadas ao longo da nossa história. Nos anos 1960 e 1970, a irmã  Eunice Cavalcante  de Souza Queiroz, junto com algumas irmãs que colaboravam com a Assistência Social, quando levavam alimentos e vestimentas nas casas dos irmãos carentes, aproveitavam para pregar o evangelho nas casas vizinhas, ou seja, daqueles que desconheciam a mensagem da salvação. No final dos anos 1990, a juventude da igreja distribuiu sopa aos mendigos como estratégia de evangelismo. Anos mais tarde, às sextas-feiras à noite, irmãos e irmãs oravam na igreja e, em seguida, saíam para entregar literatura aos moradores de rua. Ao longo dos anos, cultos ao ar livre e cruzadas evangelísticas também são marcas do evangelismo da igreja. Foram distribuídos 80 mil livretos "Amigos de Jesus" nas escolas públicas e mais outros 80 mil folhetos com mensagens bíblicas nos principais semáforos da cidade. A Operação  Josué iniciou-se em 2003 com a distribuição de 100 mil exemplares do Evangelho de João em todas as casa de Jundiaí, Itupeva e Louveira. Desde então vem sendo realizada periodicamente com diferentes tipos de literatura.

O resultado dessas iniciativas tem sido o crescimento da igreja, muitas almas rendidas ao Senhor. Quando chegam à igreja, o departamento empenha-se no discipulado, ou seja, em ajudar os novos convertidos nos primeiros passos da vida cristã para que possam crescer em sua vida espiritual. Depois, seguem ao batismo, entre 2013 e 2015, foram 1.236 novos crentes batizados.